Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Hoje não choveu em nós

Ontem teve chuva no meu Sertão.

Todo mundo corria para fechar as janelas e não deixar água entrar, mas, como se fazia antes, a gente ficava naquela brechinha, ouvindo o som da água descendo, nobremente, para banhar o chão do meu Sertão. Aquele cheirinho de chuva, aquela paz, aquele céu nublado... era indescritível. Era como se a gente sentisse a mata viver novamente, pois rapidamente ficava verde outra vez e expulsava aquele cinza triste. E a gente vivia novamente, junto com as plantas e os animais. E todo mundo corria para ver a chuva descer, para comentar com os outros "Está chovendo, graças a Deus!" porque todo mundo ainda acreditava em Deus e agradecia pela chuva.

Então as mulheres iam aproveitar a água para lavar a calçada ou o terraço, as crianças ainda saíam para tomar banho de chuva, debaixo das goteiras, pulando nas poças d'água, com a mãe reclamando "Só depois da segunda chuva!" porque a primeira fazia a limpeza. Todo mundo desligava o som das lojas …

Meu texto no Blog Marés - Só não deixe a maré te levar

Os bichos andavam acorrentados, levados por outros Bichos para o trabalho. A Instituição empurrava para a frente, para trás, para onde ela quisesse, e eles aceitavam tudo. A Política silenciava e proibia. A TV manipulava, imobilizava. E o que é algo imobilizado? Inerte, parado, sonolento, apático, indiferente. Do Sistema nem se fala! Ainda se conhece o que o Sistema é capaz de fazer: imobilizar! Tornar a gente parado, passivo, do tipo que aceita tudo sem pestanejar, sem criticar, sem perguntar. 
A maré vai, volta, carrega, arrasta, leva para longe, nos deixa perdidos no meio de um mar de tubarões. E a gente se deixa levar? E quantas vezes nos deixamos! A gente não é o que quer, a gente não escolhe aquilo que deseja. Queremos o cabelo da novela, ser o casal do instagram, ter o corpo do momento, a unha, a personalidade que nos aceitem. E para quê? Só para vivermos uma vidinha mais ou menos, levadas pelo que o Sistema determina, pelo que a Mídia oferece, pelas pessoas que, na verdade, n…

Música: Padre Antônio Maria

1. Sonda-me
2. Ninguém te ama como eu
3. Noites traiçoeiras
4.Sou um milagre
5. Nossa Senhora
6. Com tua mão
7. Mãe
8. Não dá mais pra voltar
9. Deus entrou em minha casa